Azores Adventures – Futurismo

Voltar à tabela de conteúdos

A melhor época para ver baleias nos Açores

Se está a planear visitar as ilhas dos Açores, então provavelmente sabe que as nossas águas têm uma vida selvagem incrível, incluindo muitas espécies de baleias e golfinhos. E agora, talvez pergunte, qual é a melhor altura para ver baleias e golfinhos nos Açores? Tudo depende do que deseja ver. Mas uma coisa podemos garantir: durante todo o ano é possível ver cachalotes e golfinhos. Saiba mais nesta página.

Um maravilhoso mundo subaquático

Sabia que, de um total de 81 espécies de baleias e golfinhos que existem no mundo, nos Açores é possível ver 28 delas? É por isso que somos o melhor destino europeu para a observação de cetáceos. As nossas águas, ricas em biodiversidade e vida marinha, atraem viajantes de todo o mundo à espera de terem a oportunidade de ver um salto de uma baleia, centenas de golfinhos a acompanhar as ondas dos barcos ou uma bela cauda de baleia a dizer-nos adeus, antes do mergulho profundo.

Pelo arquipélago dos Açores passam muitas espécies de cetáceos, durante a migração anual das baleias de barbas. As maiores baleias do mundo vão certamente surpreendê-lo. O tamanho destes gigantes "perdidos" no oceano é qualquer coisa de impressionante! A baleia azul é o maior animal do mundo. E todos os anos vemos baleias azuis nos Açores. A maior alguma vez já descoberta, tinha aproximadamente 33m de comprimento! Para ter uma ideia: imagine um avião, um Boeing 737, é realmente um gigantesco animal! Além de dezenas de espécies migratórias, temos durante todo o ano, as quatro espécies residentes nos Açores: cachalotes, golfinhos de Risso, golfinhos roazes e golfinhos comuns.

A melhor altura para a observação de baleias e golfinhos nos Açores depende das espécies que gostava mais de ver.  Mas podemos garantir que há sempre algo espetacular para observar. E connosco, na Futurismo, se não vir uma única baleia ou golfinhos, é possível fazer outro passeio e não paga mais por isso! O nosso objetivo é cumprir o prometido: ver sempre cetáceos no nosso Atlântico e em segurança. Agora veja o que pode esperar das profundezas do mar nas diferentes estações do ano.

Observação de cetáceos na primavera nos Açores

Esta é a altura mais interessante se, o seu desejo é ver os gigantes do oceano. É principalmente de março a junho que as grandes baleias passam pelos Açores durante a rota da migração. Isto porque a maior parte das espécies de baleias de barbas, alimenta-se durante o verão nas águas mais frias do norte do Atlântico, ricas em nutrientes. Quando chega o outono, estas grandes baleias, começam a migrar para águas mais quentes do Atlântico, algumas vão para águas temperadas, outras, para águas sub-tropicais e tropicais. Aqui desfrutam das águas mais quentes, onde reproduzem, dão à luz e apresentam as crias recém-nascidas às maravilhas do oceano. Quando chegam os meses de primavera, começam a migração de volta para as águas nortenhas. E é aqui que estas passam pelas nossas ilhas açorianas, onde podem permanecer por vários dias, a comer, a descansar e a socializar. Os Açores são conhecidos pelo boom de nutrientes que recebem nesta altura do ano, que por sua vez, trazem os alimentos favoritos destas baleias, o plâncton, no qual se encontra o famoso krill, e diferentes espécies de peixe. E é então aqui, no meio do Atlântico que encontram um paraíso para ficar durante algum tempo. Portanto, é também para nós, na Futurismo e para quem viaja connosco, uma experiência memorável a não perder por nada deste mundo!

Para os nossos biólogos marinhos, esta é uma época emocionante do ano, tendo em conta que é possível ver os maiores animais do mundo. A propósito, sabia que as baleias azuis não são, na verdade, azuis? São mais acinzentadas que azuis. Também é preciso referir que as baleias de barbas - baleias azuis, baleias sardinheiras e baleias comuns, não são exatamente as baleias que mais saltam e que mais gostam de se exebir. Se compararmos, por exemplo, com as extraordinárias baleias de bossa,  que por vezes saltam, mostram as caudas, fazem batimentos de barbatanas peitorais.

Atualmente, também já acontece vermos estas espécies sem ser na altura da primavera. É possível que o aquecimento global e outros impactos ambientais possam contribuir para isso. Por exemplo, não é raro ver baleias sardinheiras depois do verão. E uma coisa é certa: os Açores são definitivamente um local extraordinário para avistar grandes baleias.

Na primavera, também é possível ver baleias anã e as espetaculares e majestosas baleias de bossa.

Observação de cetáceos no verão nos Açores

No verão, a água começa a aquecer, podemos aproveitar os dias mais longos para observar os nossos animais selvagens. Há muitos cachalotes nesta altura do ano, principalmente na costa norte de São Miguel, local de onde partimos do porto de Rabo de Peixe. Também é uma estação perfeita se quiser nadar com golfinhos selvagens, embora todo ano seja possível fazer natação com golfinhos. Descubra o maravilhoso mundo subaquático com uma máscara e um tubo de snorkel. Ver e ouvir os golfinhos livres a comunicarem no seu ambiente natural é das melhores emoções que pode ter. Oferecemos tudo para uma estupenda aventura no meio do Oceano Atlântico. Pode nadar com várias espécies de golfinhos, como o golfinho roaz, o golfinho de Risso e o golfinho comum. Além disso, por vezes podemos encontrar surpresas inesperadas, como tubarões-baleia, tartarugas ou peixes-lua.

No verão, recebemos a visita de outras espécies migratórias que desfrutam das nossas águas mais quentes, como os golfinhos pintados do Atlântico, os golfinhos riscados e as baleias piloto. É nesta época do ano que podemos ver muitos golfinhos bebés a nadar entre grandes grupos de golfinhos. É tão bonito ver estes animais na natureza!

Os nossos cachalotes estão sempre presentes nas nossas águas. O cachalote é o símbolo emblemático dos Açores. Foram caçados no passado, mas agora são livres e felizes nas nossas ilhas. Sabia que os cachalotes têm dentes? Enquanto que as baleias de barbas filtram a comida através das placas de queratina, os cachalotes têm dentes.

Em terra, as hortênsias florescem, decoram as estradas e os campos de azul e roxo. Algo realmente lindo de apreciar e de tirar ótimas fotos também!

Observação de cetáceos no outono nos Açores

Durante o outono ainda é possível ter a companhia dos lindos golfinhos pintados do Atlântico, que continuam a desfrutar do nosso mar ainda aquecido pelo sol do verão, e quando a temperatura do mar começa a diminuir, pensa-se que partam rumo a oeste de África, de volta às águas quentes. No outono, a temperatura da água ainda é perfeita para um mergulho, para nadar nas praias, piscinas naturais e cascatas. E, claro, também é uma excelente altura para fazer um passeio mágico a nadar com golfinhos livres.

Para observar cetáceos nesta altura do ano podemos contar com, pelo menos, quatro espécies residentes nos Açores. Os incríveis cachalotes, é quase certo que vai ver a enorme cauda de um cachalote quando mergulha à procura de alimento, para caçar lulas, por exemplo. Este é um momento especial onde pode realmente apreciar a beleza da natureza. Sabia que é possível reconhecer os cachalotes ao longe? Tudo graças ao sopro que exalam quando chegam à superfície para respirar, isto é, o sopro é vapor de água que os cachalotes expelem através do espiráculo. Na verdade, ao contrário das baleias de barbas que têm dois espiráculos, os cachalotes têm apenas um, do lado esquerdo. Portanto, o sopro do cachalote é inconfundível. É mais vertical do que o sopro das baleias de barbas.

Em terra, as árvores tornam-se mais amarelas e alaranjadas, que ajudam a compor as belas paisagens com diferentes tons de verde. É quase arrepiante! O outono é perfeito para desfrutar de caminhadas com condições meteorológicas bastante agradáveis.

Observação de baleias e golfinhos no inverno nos Açores

Também é possível observar cetáceos no inverno, ver baleias e golfinhos nos Açores, é possível ao longo de todo o ano com a Futurismo. Não paramos no inverno. É verdade que a observação de cetáceos nesta altura do ano mais fria está mais sujeita às condições meteorológicas, mas quando não for possível ir para o mar, devido a ventos fortes e chuva ou ondas grandes, reagendamos a atividade para outro dia. A sua segurança é o mais importante para nós.

Com roupa mais quente, claro, desfrute de cachalotes, golfinhos de Risso, golfinhos roazes e golfinhos comuns que vivem aqui durante todo o ano.

Existe uma espécie maravilhosa que aparece de vez em quando nesta altura que é a orca. São animais incríveis de se observar, por vezes aparecem muito ativos, como se estivessem em missão e, portanto, nadam velozmente mas temos maravilhosas memórias com orcas. Sabia que as orcas fazem mesmo parte da família dos golfinhos? Também menos frequentes, mas acontece avistarmos baleias de bico e falsas orcas.

Se gosta de sossego e procura umas férias tranquilas, aproveite o inverno para fazer caminhadas onde vai estar sozinho em contacto com a natureza. Durante esta época, pode realmente recarregar baterias e escapar ao stress das grandes cidades e da confusão da vida e da rotina do dia a dia. Relaxe rodeado de mágicas paisagens. Além disso, a temperatura é sempre agradável. Pode descer até a um mínimo de 15ºC, o que não é demasiado frio para desfrutar de aventuras ao ar livre nestes Açores selvagens.

Muito recomendável nesta altura do ano são as piscinas naturais de água quente. Experimente os banhos termais e depois diga se não é das melhores sensações de prazer que já teve!

Back to the navigation

Parta à Aventura!

Junte-se a nós nas suas férias inesquecíveis,
cheias de aventura e diversão nos Açores.

Subscreva a Nossa Newsletter

para receber as nossas Novidades e Ofertas

Temos protocolos rígidos contra a Covid-19. Verifique-os aqui.
Última Hora
  • Tripadvisor Travelers’ Choice Award Winner :

    Pelo 9º ano consecutivo, a Futurismo foi distinguida como uma das “10% Melhores Atrações do Mundo”